Tóquio sobe 0,2% com dados da produção industrial

Dados ajudaram a amenizar impacto de valorização do iene sobre o euro 

Hélio Barboza, da Agência Estado,

26 de fevereiro de 2010 | 07h21

A Bolsa de Tóquio apresentou ganhos modestos nesta sexta-feira, ajudada pelos dados melhores do que o esperado sobre a produção industrial, que contribuíram para amenizar o impacto de uma valorização do iene - particularmente contra o euro. A alta da moeda prejudicou empresas de manufatura como Canon e Ricoh, com exposição relativamente alta aos mercados da zona do euro. O índice Nikkei 225 subiu 24,07 pontos, ou 0,2%, e fechou aos 10.126,03 pontos.

Segundo os analistas, a despeito dos bons sinais de aumento da demanda doméstica, as preocupações com os problemas da dívida da Grécia pode continuar a afetar as ações japonesas na próxima semana se o governo grego não agir vigorosamente para reduzir seu déficit explosivo. "Para a semana que vem, um plano para a dívida da Grécia e os dados do mercado de trabalho dos EUA podem determinar os movimentos do mercado de Tóquio", disse Fumiyuki Takahashi, diretor administrativo do Barclays Capital.

As ações de algumas indústrias subiram após a divulgação de que a produção industrial japonesa cresceu 2,5% em janeiro, depois de ter avançado 1,9% em dezembro e bem acima do ganho de 1,1% sugerido numa pesquisa da Dow Jones com analistas. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.