Tóquio sobe 0,72% com compras de papéis baratos

A compra de papéis baratos por fundos de pensão, fundos mútuos de investimento e investidores individuais, além da inesperada performance positiva das ações de alta tecnologia, deram suporte para que a Bolsa de Tóquio encerrasse a sessão em alta. O volume de negócios no mercado foi apático, com 557,48 milhões de ações sendo negociadas na primeira etapa do pregão. Ontem, o giro foi de 537,35 mi nesse mesmo intervalo. A bolsa subiu 0,72%, após uma série de quatro sessões de queda. A despeito do movimento fraco apresentado pelo índice Nasdaq 100 futuro durante a sessão de Tóquio, da redução das projeções da Toshiba e do balanço decepcionante da Cisco, as ações de tecnologia exibiram uma inesperada resistência durante a sessão. Restante da Ásia - A maior parte das Bolsas asiáticas fechou em baixa nesta terça-feira, com o mercado taiuanês sofrendo a queda mais acentuada (-2,65%), puxado pela baixa dos papéis da fabricante de chips TSMC, que sofreram desvalorização de 6,60%. Na Coréia do Sul, a bolsa caiu 1,77%, devido a programas de vendas em antecipação ao vencimento dos contratos futuros de opções em fevereiro. A queda do índice futuro do Nasdaq, que refletiu os resultados menores do que o esperado da Cisco Systems, também contribuiu para a baixa. Nas Filipinas, a bolsa teve retração de 0,29%. Já Hong Kong encerrou em alta, somando 0,85%. Na Malásia, a bolsa caiu 0,50%. Na Indonésia, o índice do mercado regrediu 1,28%. Em Cingapura, a queda foi de 0,26%. Em Bangcoc, alta de 1,34%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.