Tóquio sobe 1,5% acompanhando NY e alta do dólar

Os ganhos de ontem em Wall Street - o Dow Jones subiu 0,33% e o Nasdaq, 0,87% - e o fortalecimento do dólar ante o iene serviram de pilares para os investidores manterem as compras em Tóquio. O índice Nikkei-225 subiu 156,56 pontos (1,5%), fechando em 10.815,29 pontos, após ter subido 0,14% ontem. Na terça-feira, o índice caiu 2,07%, enquanto subiu 1,38% na segunda-feira. O Topix, índice de abrangência maior, fechou o pregão dessa quinta-feira com alta de 13,63 pontos (1,3%), em 1.060,03 pontos. Apesar de a valorização do dólar ante o iene ter garantido um forte interesse pelos papéis de exportadoras, como os da Toyota, Honda e Kyocera, o mercado japonês seguiu pressionado pelo desmonte de posições cruzadas, em razão da aproximação do fim do ano fiscal, em 31 de março. As ações da Toyota subiram 2,2%; a Honda ganhou 2% e a Kyocera, 3,7%. Os investidores mostraram-se aliviados com a interrupção da queda de papéis como os do Softbank e Yahoo Japan. O Softbank ficou estável, após ter caído 5,5% na quarta-feira. Os papéis do Yahoo Japan subiram 1,1%, depois de uma desvalorização de 5,5% na sessão anterior. A Ito-Yokado disparou 5,2%, refletindo uma matéria do Nihon Keizai Shimbun informando que a rede supermercadista planeja reestruturar seus negócios com vestuário. As ações das farmacêuticas fecharam em alta, com as expectativas de uma nova consolidação no setor depois do anúncio da fusão da Yamanouchi com a Fujisawa. No entanto, os papéis dessas empresas caíram com realizações. A Yamanouchi cedeu 0,8% e a Fujisawa, 0,4%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.