Tóquio sobe 2,7%, com NY e menor aversão ao risco

Índice Nikkei 225 subiu 272,58 pontos, aos 10.306,83 pontos, máxima intraday

Hélio Barboza, da, Agência Estado

17 de fevereiro de 2010 | 12h13

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, com as compras de ações disseminadas por todos os setores e provocadas pelo rali de sexta-feira nas bolsas de Nova York. Ações sensíveis à economia global, como as das siderúrgicas e das empresas de transporte marítimo, beneficiaram-se na medida em que os investidores pareciam mais dispostos a assumir mais riscos. O índice Nikkei 225 subiu 272,58 pontos, ou 2,7%, e fechou aos 10.306,83 pontos, a máxima intraday.

Os observadores citaram também as compras de futuros do índice, que à tarde dispararam um nova rodada de cobertura de vendas a descoberto no mercado à vista. Os traders agora esperam os dados da produção industrial e do início da construção de residências nos EUA, disse Hiroyuki Fukunaga, presidente da Investrust. Se não houver surpresas, o volume de negócios em Tóquio deve permanecer baixo até segunda-feira, quando reabrem as bolsas da China após o feriado do Ano Novo Lunar, acrescentou Fukunaga. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas, Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.