Toyota aceita pagar multa de US$ 16,4 milhões ao governo dos EUA

Montadora japonesa foi multada por não alertar autoridades sobre defeito em carros.

BBC Brasil, BBC

19 de abril de 2010 | 15h27

A montadora de automóveis Toyota concordou em pagar uma multa de US$ 16,4 milhões ao governo dos Estados Unidos por não ter notificado as autoridades do país sobre um defeito de fabricação nos aceleradores de seus automóveis.

A multa, a maior permitida pela lei americana, foi emitida por uma agência do departamento de transportes do país, a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA, na sigla em inglês).

Uma nota publicada no site da NHTSA diz que a Toyota sabia do problema, mas esperou quatro meses para torná-lo público.

"Tenho o prazer de anunciar que a Toyota aceitou responsabilidade por ter violado suas obrigações legais de reportar quaisquer defeitos imediatamente", declarou o secretário do departamento de transportes, Ray LaHood, no site.

Em fevereiro último, o presidente da Toyota, Akio Toyoda, pediu desculpas publicamente no Congresso dos Estados Unidos pela sequência de falhas mecânicas que provocaram o recall de 8,5 milhões de veículos da montadora japonesa.

Os carros da empresa foram atingidos por três grandes problemas relativos à segurança: problemas no pedal do acelerador do Prius 2010; problemas para frear em superfícies irregulares nos modelos Prius, Hybrid Sai e Lexus HS250h e falhas no pedal do acelerador nos modelos Aygo, iQ, Yaris, Auris, Corolla, Verso e Avensis.

No caso dos pedais de acelerador, havia o risco de que eles ficassem emperrados, dificultando a desaceleração do veículo. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.