Toyota fará recall de 270 mil unidades dos Lexus e Crown

Empresa japonesa iniciará o chamado de cerca de 90 mil carros no Japão e outras 180 mil unidades no mundo

Efe,

02 de julho de 2010 | 04h19

TÓQUIO - Nesta sexta-feira, 2, o grupo Toyota Motor fará um recall que vai atingir cerca de 270 mil automóveis de seus modelos de gama alta Lexus e Crown em todo o mundo devido a um possível problema no motor, informa um porta-voz do Ministério japonês de Transportes.

Segundo a fonte, a montadora iniciará na próxima segunda-feira, 5, o chamado a 61 mil donos de unidades do Lexus e quase 30 mil do Crown no Japão pelo eventual defeito no motor. Assim que for possível, outras 180 mil unidades seriam revisadas no resto do mundo.

O porta-voz acrescentou que a Toyota acelerou a decisão de efetuar o recall enquanto determina as causas e o alcance do problema.

O defeito está na válvula que regula a entrada de gasolina e ar nos cilindros do motor, e poderia provocar, no pior dos casos, uma pausa abrupta no funcionamento.

O recall afetaria três versões diferentes do Crown e pelo menos sete do Lexus: LS600h, LS460, LS600hL, GS460, GS450h, GS350 e IS350.

No final de maio, a companhia chamou para recall os donos de cerca de 11,5 mil Lexus da série LS por um defeito no sistema de controle da direção, 3,8 mil deles nos EUA, onde decidiu suspender temporariamente as vendas deste modelo à espera de receber novos componentes.

A reputação do primeiro fabricante mundial de automóveis sofreu um duro golpe em 2010, após o recall de mais de 8,5 milhões de automóveis no mundo todo por problemas relacionados com uma aceleração súbita.

Em abril, a Toyota aceitou uma multa recorde de US$ 16,37 milhões imposta pelas autoridades dos EUA por ter ocultado o defeito durante meses.

Desde então, o grupo japonês iniciou uma campanha para limpar sua imagem, incluindo o reforço de seus controles de qualidade e do atendimento ao cliente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.