bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Toyota lança programa de demissão para 25 mil funcionários

Medida da montadora japonesa será aplicada na América do Norte e prevê redução de jornada nos EUA

Marcílio Souza, da Agência Estado,

13 de fevereiro de 2009 | 11h14

A montadora japonesa Toyota tomou novas medidas para reduzir a produção e está oferecendo a todos os seus 25 mil empregados na América do Norte um pacote de demissão voluntária. O pacote é constituído de 10 semanas de pagamentos, mais duas semanas de pagamento para cada ano trabalhado na companhia e um adicional de US$ 20 mil. A companhia, de acordo com o seu porta-voz Mike Goss, não prevê um número significativo de adesões e não tem metas para esse "programa de saída voluntária".  Veja também:PIB da zona do euro tem queda recorde, de 1,5%GM oferece incentivos para aposentadoria a 22 mil funcionários De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Além desse pacote, o grupo disse que está eliminando bônus para aproximadamente 3 mil executivos e empregados assalariados e diminuindo o salário dos executivos. A montadora acrescentou que não haverá aumentos de salário no futuro próximo e os bônus de primavera pagos aos horistas serão reduzidos e depois, eliminados.  "Estamos tomando todas as medidas que podemos para proteger o emprego", disse Goss. A jornada semanal de trabalho será reduzida em 10% em diversas unidades em abril. As fábricas de San Antonio e Princeton, no Estado de Indiana, deverão adotar o programa primeiro. As duas unidades já estão operando com metade da capacidade. Em outras fábricas, a quantidade de dias de paralisação da produção será aumentada em abril. A intenção da montadora é cortar à metade seus níveis de estoques.  "Com a duração da semana de trabalho reduzida e outras medidas de cortes de custos, nós planejamos continuar utilizando completamente a equipe de funcionários que temos", disse Goss. O programa de demissão voluntária "foi elaborado apenas como uma opção para os trabalhadores que queiram fazer outra coisa". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Toyotademissão voluntária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.