Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Toyota prevê redução de vendas de 10% em 2009

Além disso, montadora japonesa disse que reduzirá sua produção no Canadá e nos Estados Unidos

Efe,

11 de dezembro de 2008 | 04h30

A montadora japonesa Toyota prevê uma redução de 10% nas vendas de veículos da marca em 2009 por causa da crise financeira. O fabricante - que disputa com a General Motors o título de maior fabricante de veículos do mundo - estima que o próximo ano vai vender menos de 7,5 milhões de veículos. Veja também:Câmara dos EUA aprova plano de resgate para montadorasDesemprego, a terceira fase da crise financeira globalLições de 29Como o mundo reage à crise Dicionário da crise  Em julho, a gigante nipônica já havia reduzido sua meta de vendas em 2008 de 8,84 milhões para 8,5 milhões de unidades. No mercado japonês, ela mantém a previsão de vendas de 1,45 milhão de unidades no próximo ano. Além disso, a montadora japonesa disse que reduzirá sua produção no Canadá e nos Estados Unidos, ampliando as interrupções em várias de suas linhas de montagem. A previsão anterior era de folgas de fim de ano ampliadas em apenas dois dias, em todas as unidades. No Canadá, onde a fabricante inaugurou uma nova fábrica na semana passada o funcionamento de suas unidades em Cambridge e Woodstock serão suspensas por dez dias além do previsto. Nos Estados Unidos, a produção na fábrica de Indiana será interrompida por seis dias além do estipulado, ao passo que, em Kentucky, a paralisação durará nove dias a mais. Em novembro, as vendas da montadora nos EUA caíram 34%, acompanhando a tendência de todo o setor.

Tudo o que sabemos sobre:
Toyotacrise financeiracrise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.