Toyota vai produzir primeiro carro híbrido a etanol ainda neste ano

Toyota vai produzir primeiro carro híbrido a etanol ainda neste ano

Grupo também aguarda aval da matriz japonesa para a produção local de um utilitário-esportivo (SUV)

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2019 | 15h24

A Toyota vai iniciar a produção do primeiro carro híbrido a etanol no último trimestre do ano. Embora não confirme oficialmente, o modelo que receberá a tecnologia por enquanto exclusiva para o Brasil será o Corolla fabricado na unidade de Indaiatuba (SP).

"Além do mercado interno, nossa intenção é exportar a tecnologia pois há outros locais no mundo que usam etanol, mesmo que não seja de cana de açúcar", disse Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.

O grupo também aguarda aval da matriz japonesa para a produção local de um utilitário-esportivo (SUV). Para isso, a empresa precisará de novos investimentos.

A Toyota espera para este ano um crescimento de 9,5% em suas vendas, abaixo do esperado para o mercado total de automóveis e comerciais leves, de 11,3%. Em 2018, a marca japonesa vendeu 200,9 mil veículos – o melhor desempenho de sua história. O volume representou alta de 5,4% em relação ao ano anterior, índice também inferior ao mercado, que cresceu 13,8%. "Temos problemas de capacidade, pois estamos trabalhando no limite das duas fábricas", justificou Chang.

A produção deve crescer 7,6%, para 225 mil veículos, dos quais 28% serão exportados para a América Latina. Segundo Chang, as duas fábricas do grupo em São Paulo operam em capacidade plena. A de Sorocaba, onde são produzidos o Etios e o Yaris, trabalha em três turnos, assim como a unidade de motores em Porto Feliz. A fábrica de Indaiatuba, que faz o Corolla, opera em dois turnos. Ao todo, emprega quase 7 mil trabalhadores.

Em toda a América Latina a Toyota vendeu 400 mil veículos no ano passado, 5% a mais do que em 2017. Esse volume representa apenas 3,8% das vendas globais da marca, que somaram 10,5 milhões de unidades.

Em 2018, a Toyota celebrou 60 anos no Brasil. Nos últimos três anos a marca concluiu um ciclo de mais de R$ 2,6 bilhões em investimentos para produção do modelo Yaris e modernização das fábricas de carros e motores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.