Toyota voltará a ser dirigida pela família

Pela primeira vez em 14 anos, o novo presidente da montadora japonesa Toyota Motor Corp. será um membro da família fundadora da companhia. Neto do fundador, Akio Toyoda foi anunciado para o principal cargo executivo da empresa após a revelação de que a companhia registrou sua primeira queda em vendas em dez anos.Toyoda ocupa atualmente o cargo de vice-presidente executivo da empresa e, a partir de junho, assumirá o lugar do presidente, Katsuaki Watanabe, que ficará com a vice-presidência. A troca de cargos ainda precisa ser aprovada em assembleia de acionistas.A Toyota informou ontem ter vendido 8,972 milhões de veículos no mundo em 2008, 4% a menos do que no ano anterior. Apesar da queda, o número ainda poderá levar a Toyota à liderança global em vendas de veículos no ano pela primeira vez na história. Mas a queda na demanda por automóveis por causa da crise financeira global fez a montadora japonesa reduzir sua estimativa de resultado para o ano fiscal 2008-2009: a empresa deverá registrar seu primeiro prejuízo operacional em 70 anos.A indicação de Akio Toyoda não deve ter efeitos imediatos sobre as ações da companhia na Bolsa de Tóquio, na opinião de analistas. "Sua indicação em si não é negativa nem positiva para a Toyota no curto prazo", declarou Ryoichi Saito, analista da corretora Mizuho Investors Securities. Ele considerou que os grandes desafios do novo presidente serão cortar custos e reduzir estoques. "Ainda é cedo para dizer se sua indicação ajudará a companhia a cumprir essas metas", afirmou o analista.

Dow Jones Newswires, O Estadao de S.Paulo

21 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.