Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Trabalhadores da GM fazem paralisação

Trabalhadores da General Motors de São José dos Campos (SP) paralisaram as atividades nesta quarta-feira durante quatro horas, sendo duas horas em cada turno de trabalho. Nesse período foram realizadas assembléias internas para discutir a proposta de reajuste salarial da empresa que, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, foi rejeitada. Na sexta-feira, as partes voltam a negociar.A direção da GM confirmou a paralisação parcial, mas disse que a produção diária não foi afetada. Os 9.500 funcionários da unidade têm data-base neste mês. Segundo o sindicato, se não for feito um acordo na sexta-feira, será decretada greve por tempo indeterminado a partir de terça-feira. A GM oferece 4,19% de aumento a partir de janeiro e abono imediato de R$ 650. Os trabalhadores pediam inicialmente 13,8% de reajuste, mas na terça-feira o sindicato apresentou contra-proposta que prevê 4,9% de reajuste neste mês, mais um abano de R$ 1.400 e 4,36% em janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.