bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Trabalhadores da VW protestam contra prisão de sindicalista

Os trabalhadores na Volkswagen de Taubaté fizeram uma paralisação de uma hora na entrada do 1º turno nesta segunda-feira, dia 5, em protesto contra a prisão do dirigente sindical Nilson Costa e do militante João Agostinho durante a greve de 24 horas que aconteceu na última quarta-feira, dia 31.Durante a greve, os trabalhadores na Volkswagen fizeram uma caminhada até a rodovia Presidente Dutra que foi paralisada por cerca de meia hora. Nesse momento, a Polícia Rodoviária Federal deteve os funcionários que participavam de uma manifestação dos trabalhadores.Participaram da paralisação nesta segunda-feira os familiares do dirigente sindical preso e representantes das instâncias da CUT (Central Única dos Trabalhadores), como Adi dos Santos Lima, presidente da FEM/CUT (Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT), Rosi Machado, diretora da CNM/CUT (Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT) e representantes dos sindicatos de metalúrgicos do ABC, Cajamar e do Comitê Nacional dos Trabalhadores na Volkswagen.Também participaram da paralisação o presidente do Diretório Municipal do PT (Partido dos Trabalhadores) Salvador Soares e assessores do deputado Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT/SP) e do vereador Jeferson Campos (PT).Os protestos contra a prisão dos funcionários Nilson Costa e João Agostinho continuam nesta segunda-feira com paralisações de uma hora nas entradas do 2º e do 3º turno na empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.