Trabalhadores de Girau e Santo Antônio reiniciarão greve

Quase dez dias após paralisação por melhorias de condições de trabalho e salário, trabalhadores das Usinas de Jirau e Santo Antônio, em Rondônia, decidiram reiniciar a greve amanhã. Os empregados não aceitaram a proposta das empresas e reivindicam aumento de salário, plano de saúde e hora extra, além de denunciarem péssimas condições de trabalho. Ontem, os trabalhadores de Jirau fecharam uma das principais avenidas de Porto Velho com ônibus e carro de som. São quase 10 mil trabalhadores envolvidos nas obras das usinas, administrada pelas concessionárias Energia Sustentável do Brasil e Santo Antônio Energia.

EQUIPE AE, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 08h56

Foram 12 dias de negociação entre as empresas e o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria e Construção Civil do Estado de Rondônia. Segundo o presidente da categoria, a proposta foi recusada por não se igualar ao piso da Capital. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
greveusinaJirauSanto Antônio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.