Trabalhadores farão protesto na Paulista pelo fim do IR na PLR

Previsão dos sindicalistas é que o ato gere atraso na abertura das agências bancárias e nos departamentos de centros administrativos  da região

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

22 de março de 2012 | 08h23

SÃO PAULO - Trabalhadores, entre eles bancários, metalúrgicos e petroleiros, vão promover na manhã desta quinta-feira, 22, um protesto na Avenida Paulista pela isenção dos trabalhadores do pagamento de Imposto de Renda na Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, o ato está previsto para começar por volta das 8h30, com o atraso na abertura das agências e departamentos dos centros administrativos da região da Paulista. O corredor da Paulista, segundo dados do sindicato, é composto por 43 locais de trabalho.

Durante a manifestação, haverá distribuição de material informativo à população e faixas da campanha serão estendidas nos principais semáforos da região. Por volta das 11h, em frente ao prédio do Banco Central, na altura do número 1.800, os bancários, químicos, metalúrgicos, eletricitários e petroleiros realizam o protesto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.