Trabalho temporário cresce com o Dia das Mães

Embora a economia brasileira esteja crescendo num ritmo menor do que o previsto, a contratação de trabalhadores temporários para o Dia das Mães superou as expectativas. Houve um aumento de aproximadamente 30% no número de vagas deste tipo, em relação ao mesmo período no ano passado, de acordo com consultorias especializadas. Para quem quer ganhar dinheiro com uma colocação temporária ainda há tempo para se candidatar. Normalmente, o contrato de trabalho desta categoria é de 90 dias. No entanto, para o Dia das Mães, a maioria é chamada para trabalhar entre uma e quatro semanas. A maioria das vagas inclui funções de promoção e demonstração de vendas, caixas de loja e vendedores.Dicas para concorrer a uma vagaQuem quiser concorrer a uma vaga, deve ficar atento a algumas dicas. A gerente de Operações Administrativas do Grupo Foco, Roseli Rossato, afirma que os candidatos devem comparecer ao Departamento de Seleção - Rua Barão de Itapetininga140, conjunto 53, Centro, São Paulo - telefone: (0--11) 3156-3333. Os candidatos devem estar preparados para um possível processo de entrevistas na hora em que se apresentarem ao local.Por isso, é importante comparecer vestindo traje de passeio, evitando calçar tênis ou usar boné, piercing, minissaias e decotes extravagantes. "Costumo falar para eles escolherem uma roupa como se estivessem indo ao shopping ou paquerar. Dessa forma, sentem-se mais à vontade e estão de acordo com o padrão para seleção", explica o diretor comercial da Consultoria Gelre Trabalho Temporário, Antonio Stelzer.Para concorrer a uma das vagas da Gelre, basta comparecer à agência - Rua 24 de Maio, 35, Centro, São Paulo - ou cadastrar-se pelo site www.gelre.com.br. "Preferimos, neste momento, que a pessoa candidate-se pessoalmente pela proximidade da data. No entanto, o cadastro pelo site, que pode ser feito a qualquer hora, dá ao candidato acesso direto a todas as vagas disponíveis e não apenas às sazonais", explica Stelzer.Um conselho dos especialistas é que o contratado apresente bom desempenho durante o período em que trabalha, pois poderá ser escolhido como temporário fixo sempre que a empresa necessitar de excedentes, ou ainda ser contratado. Cerca de 30% desses funcionários acabam sendo efetivados.Exigências para conseguir um trabalho temporárioGeralmente um trabalhador temporário ganha entre R$ 70,00 e R$ 150,00 por semana - dependendo do segmento contratado -, além de refeição e vale-transporte. "O setor de eletrodomésticos é o que melhor paga porque exige treinamento dos funcionários antes de iniciar a função", diz Stelzer.Para selecionarem os candidatos, as consultorias especializadas em contratá-los pedem os seguintes requisitos: ter acima de 18 anos, segundo grau completo, facilidade de lidar com o público e boa fluência verbal. E alertam para não esquecerem de levar o currículo no dia da entrevista de seleção.A Adecco Top Services, no entanto, exige experiência anterior de seis meses a um ano. "Geralmente as empresas não contratam alguém sem experiência pela falta de tempo em treinar o candidato", esclarece a responsável regional de seleção, Andréa Alencar.A Adecco, que tem 33 filiais distribuídas pelo País, aceita o cadastramento dos candidatos pelo site www.adecco.com.br. Quem preferir candidatar-se pessoalmente pode acessar o endereço virtual e consultar o endereço da filial mais próxima de sua residência. Somente na Grande São Paulo são sete. Para o Dia das Mães, cerca de 60% das vagas estão nessa região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.