Trabuco é eleito vice-presidente do conselho do Bradesco

Presidente do banco vai substituir Antônio Bornia, que estava no cargo desde 1999 e permanecerá como membro do conselho

O Estado de S.Paulo

14 de março de 2014 | 02h08

Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Bradesco, foi eleito ontem vice-presidente do Conselho de Administração da instituição, o que trouxe ao mercado a expectativa de que a nomeação possa ser um primeiro passo para o processo de sucessão dentro do conselho, com vistas à substituição do atual presidente, Lázaro Brandão, de 88 anos.

Trabuco tem uma formação acadêmica pouco usual para o mercado financeiro. Formado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Paulo e tem pós-graduação em Sócio-Psicologia, começou a trabalhar no banco em 1969 como escriturário.

Foi presidente da seguradora e, em 2009, assumiu o comando da organização.

Organização. Trabuco é o terceiro presidente da história do Bradesco desde a saída do fundador Amador Aguiar da função. Além disso, é o primeiro a ser nomeado vice-presidente do conselho. O presidente anterior, Márcio Cypriano não chegou a assumir um cargo de destaque no conselho. Já Brandão, durante a década de 90 acumulava as funções de presidente executivo e do conselho.

Trabuco assume o lugar de Antonio Bornia, que permanece no conselho. Os demais membros também foram mantidos e são: Mário Teixeira, João Aguiar, Denise Aguiar, Carlos Alberto Rodrigues Guilherme, Milton Matsumoto e José Alcides Munhoz.

No ano passado, o Bradesco lucrou R$ 12 bilhões, mas enfrentou desafios como as perdas com operações de tesouraria. Para este ano, o banco espera a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a correção da poupança em função dos planos econômicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.