Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Trabuco pode suceder a Brandão no conselho

Em sinal de que é um dos preferidos para o cargo, presidente do Bradesco foi escolhido para a vice-presidência do conselho

O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2014 | 02h04

Mais do que escolher seu sucessor, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, tem outro desafio: selecionar o substituto de Lázaro de Mello Brandão, presidente do conselho de administração do segundo maior banco privado do País.

Hoje, aos 88 anos, ele faz questão de estar presente no dia a dia do banco. Em março de 2017, "Seu Brandão", como é chamado pelos funcionários da instituição, estará próximo de completar 91 anos.

A aposta de fontes próximas à instituição é que, ao sair da presidência executiva do Bradesco, Trabuco migre para o conselho de administração. Segundo executivos de mercado, ele é o principal candidato para suceder Brandão na presidência.

O banco já deu algumas indicações que apontam para essa tendência. Com 45 anos de carreira no Bradesco, Trabuco foi escolhido no último mês de março, conforme antecipou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, para exercer a vice-presidência do conselho do Bradesco, movimento que indicaria, de acordo com fontes, a preferência do seu nome para o lugar de Brandão.

Gestão em números. Desde o início da gestão de Trabuco, o Bradesco quase dobrou seus ativos totais, passando de R$ 482,5 bilhões, ao fim do primeiro semestre de 2009, para mais de R$ 931 bilhões, em junho último. O patrimônio líquido mais que duplicou no mesmo período, chegando próximo dos R$ 77 bilhões ao término da primeira metade de 2014.

A carteira de crédito do Bradesco também cresceu mais de 100%, passando da marca de R$ 435 bilhões, enquanto o lucro líquido do banco cresceu 64,5% no período, atingindo R$ 3,8 bilhões. / A.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.