Tráfego aéreo cresce 21,3% em março; TAM continua na liderança

O tráfego aéreo doméstico cresceu 21,3% em março deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado e a ocupação média das empresas no setor ficou em 67%. Os dados são do Departamento de Aviação Civil (DAC). Líder no setor, a TAM teve crescimento da demanda de 34,5% no mês e ficou com 44,21% do mercado. Já a demanda da GOL avançou 49,4% e sua fatia de mercado foi a 29,9% (pouco acima dos 28,77% de fevereiro). Com isso, a empresa chega praticamente ao patamar de 30% de participação no mercado interno. A BRA detém 4,49% da demanda doméstica, a Ocean Air 0,64%, Rico 0,58% e Total 0,56%. Varig e o mercado internacional Os dados do DAC mostram que a demanda da Varig caiu 19,6% no mercado internacional, na comparação com março do ano passado. A empresa, que tinha 28,54% de market share no mês do ano passado, agora detém 18,92%. Em fevereiro, seu tamanho no mercado era de 19,25%. Nos vôos internacionais, o recuo da demanda da Varig foi de 17,9%. No mesmo mês de 2005 a empresa era dona de 79% do tráfego internacional executado por empresas nacionais, fatia que recuou primeira vez para patamar abaixo dos 70%: foi a 69,6%. Em fevereiro, a fatia da empresa aérea era de 71,49%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.