carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Tráfego aéreo cresce em 2005 metade do registrado em 2004

O tráfego aéreo internacional cresceu em 2005 metade do registrado em 2004. Foi isso o que afirmou hoje a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata), detalhando que o aumento ficou em 7,6% no ano passado - o que representou às empresas uma perda de US$ 6 bilhões."O crescimento e a rentabilidade são dois conceitos totalmente diferentes", enfatizou o diretor-geral da Iata, Giovanni Bisignani, na apresentação dos números anuais do setor. Ele previu que o tráfego aéreo, tanto de passageiros como de mercadorias, aumentará em 2006 entre 5% e 6%, enquanto as perdas alcançarão US$ 4 bilhões.Segundo seus cálculos, o setor segue afetado pela crise gerada após os atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos e também pelo progressivo aumento dos combustíveis. Para ele, esse cenário deve mudar apenas em 2007, quando o setor deve voltar a apresentar lucros.Contrariando a tendência, apenas durante dezembro o número de passageiros transportados entre países aumentou 6,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.MercadoriasEm relação ao tráfego de mercadorias, a Iata aponta que o fraco aumento registrado em 2005 (3,2%) se deve à queda da demanda industrial, especialmente nos setores das tecnologias de informação e dos semicondutores. Porém, a organização internacional destacou que em dezembro se observou um aumento dessa atividade de 5,5% em relação ao mesmo mês de 2004, empurrada pela demanda da Ásia e da América do Norte.Por zonas geográficas, apenas na América Latina e no Oriente Médio se contabilizaram aumentos superiores a 10% na atividade, com altas de 11,4% e de 13,1%, respectivamente.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2006 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.