Tráfego aéreo internacional de passageiros cresce 6,7%

O tráfego aéreo internacional de passageiros durante os seis primeiros meses do ano aumentou 6,7% em relação ao mesmo período de 2005, enquanto o de mercadorias cresceu 5,2%. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), cuja sede fica em Genebra.Apesar dos números apresentados, a organização que representa 261 companhias aéreas (94% dos vôos comerciais entre países) explicou em comunicado que este ano as empresas aéreas terão prejuízo de US$ 3 bilhões devido, em grande parte, ao elevado preço dos combustíveis."Os preços estão atingindo níveis quase históricos", afirmou o diretor-geral da Iata, Giovanni Bisignani. Ele calcula que o custo anual do combustível para o setor aéreo vai se aproximar de US$ 112 bilhões, com o preço médio do barril de petróleo a US$ 66.Bisignani acrescentou que "o ambiente de maior instabilidade no Oriente Médio é um mau sinal para os preços", mas ressaltou que "a boa notícia é que nem o alto preço do petróleo ou o aumento paulatino das taxas de juros afetaram negativamente a demanda".Só em junho, o número de passageiros transportados entre países cresceu 6,5% com relação ao mesmo mês do ano passado, o que confirma, segundo a Iata, a "forte e estável" tendência registrada ao longo dos últimos 18 meses.Já o tráfego mundial de mercadorias aumentou em junho 4,1% em relação ao mesmo mês de 2005. O número foi "decepcionante" para a Iata, se comparado com o crescimento de 5,1% obtido em maio passado.Ocupação A associação também informou que nos seis primeiros meses do ano a taxa de ocupação dos aviões que transportaram passageiros entre países foi de 75,1%, o que representa um aumento de 1,2 ponto percentual comparado com o primeiro semestre de 2005.A taxa de ocupação referente ao transporte de mercadorias atingiu níveis mais altos e foi de 78,3%, enquanto entre janeiro e junho de 2005 foi de 76,8%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.