Tráfego de passageiros da Alitalia cai 11,9%

A companhia aérea Alitalia SpA informou que o tráfego de passageiros em 2001 foi de 24,9 milhões de pessoas, o que representa uma queda de 11,9% em relação ao ano anterior. A empresa credita a diminuição ao impacto causado pelos atentados de 11 de setembro.A companhia também registrou uma sensível redução no fluxo de passageiros em função do acidente ocorrido em outubro, no aeroporto de Linate, em Milão, envolvendo uma aeronave da SAS e um pequeno Cessna. O acidente contribuiu para aumentar a preocupação com a segurança em aeroportos e aeronaves, que inibiram a utilização desse meio de transporte por parte de muitos potenciais passageiros.ProblemasAo longo do último mês do ano passado, o tráfego de passageiros caiu 20,1% em relação ao mesmo mês de dezembro de 2000. Nas rotas intercontinentais, a diminuição no fluxo foi de 33,9%.A Alitalia enfrentou a crise pós-atentados com a ajuda de uma injeção de capital de US$ 340 milhões ? a última remessa de um pacote de auxílio aprovado pela União Européia em 1996 ?, e com medidas de corte de custos. A companhia pretende, também, levantar entre 1,2 bilhão de euros (US$ 1 bilhão) e 1,4 bilhão de euros (US$ 1,2 bilhão), ao longo do primeiro semestre deste ano, por meio de emissão de títulos.Em resposta às greves organizadas pelos sindicatos em protesto contra as 2,5 mil demissões planejadas pela empresa, a Alitalia, representantes do governo e líderes dos sindicatos chegaram a um acordo, na última quarta-feira, sobre uma alternativa às medidas de corte de custos. A empresa vai oferecer aos seus funcionários contratos especiais, ou "contratos solidários", que devem reduzir os salários e a carga horária dos empregados, mas pode garantir seus empregos.A Alitalia e os sindicatos ainda não concluíram os detalhes do acordo, que deve ser fechado na reunião marcada para o dia 15 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.