Transgênicos: Syngenta e Monsanto fecham pacto tecnológico

As duas empresas concordaram em estabelecer todo litígio sobre patente e questões comerciais entre elas

Deise Vieira, Agência Estado

23 de maio de 2008 | 12h12

A empresa suíça de agroquímicos Syngenta AG afirmou nesta sexta-feira, 23, que chegou a um acordo com a rival norte-americana Monsanto Co. que estabelece todo litígio pendente sobre as tecnologias globais das duas empresas referentes à soja e milho. As duas empresas disseram em comunicados que concordaram em estabelecer todo litígio sobre patente, antitruste e questões comerciais entre elas e suas subsidiárias.  As disputas incluem a ação antitruste da Syngenta contra a Monsanto, todos os casos de infração relacionados às tecnologias de produtos para milho tolerantes a herbicidas e de proteção contra insetos, e uma disputa entre as partes sobre tecnologia de produtos para a soja tolerantes a herbicidas. A Syngenta e a Monsanto também decidiram permitir uma a outra o desenvolvimento e entrega de novos produtos para milho, algodão e soja tolerantes a herbicidas e para proteção contra insetos.  "Estamos otimistas de que o acordo pode ajudar a reduzir as disputas no futuro", afirmou o porta-voz da Monsanto, Lee Quarles. "Acredito que a habilidade para diminuir a disputa, para que possamos colocar os clientes em primeiro lugar, é uma prioridade." Para Medard Schoenmaeckers, porta-voz da Syngenta, "a maior vitória do pacto é para os produtores. Temos mais flexibilidade agora para trazer novos produtos para o mercado." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
transgênicosSyngentaMonsanto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.