Trem-bala em testes no Japão poderá correr até 500 quilômetros por hora

Tempo de viagem entre Tóquio e Nagoya vai cair de 1h30 para apenas 40 minutos

10 de junho de 2013 | 19h49

 

O mais rápido e aerodinámico trem-bala da história flutua com ímas sobre a pista (foto:EFE)

SÃO PAULO - Um novo trem-bala capaz de atingir até 500 quilômetros por hora entrou em testes no Japão. Quando entrar em operação, em 2027, ele deverá fazer o trajeto entre Tóquio e Nagoya, que atualmente é de 1h30, em apenas 40 minutos.  

O trem utiliza a técnica de levitação magnética e atingiu a velocidade de 311 quilômetros por hora nos primeiros testes. O sistema tem ímãs que fazem o trem flutuar acima da pista, eliminando totalmente o atrito.

Além de mais rápido, o trem também é mais silencioso e confortável. Os trens são fabricados pela Central Japan Railway Co (JR Tokai).

Os testes oficiais começam em setembro. Os trens são os mais aerodinâmicos e os mais rápidos já fabricados. O Japão fez o primeiro trem-bala em 1964 e ocupa hoje a liderança mundial nessa tecnologia.

Tudo o que sabemos sobre:
trem-balatrembalaferroviajapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.