Trem-bala Rio-SP vai a leilão em 2009, diz ministro

O leilão de licença de construção do trem-bala que ligará as cidades de São Paulo, Campinas (SP) e Rio de Janeiro deve ser feito no primeiro semestre de 2009, informou hoje o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, em entrevista para a Rádio Eldorado. A previsão é de que os estudos de viabilidade econômica estejam prontos no fim de abril e a obra seja executada em cinco anos.A velocidade mínima prevista para o trem, que sairá da Central do Brasil, no Rio, e chegará à Estação da Luz, em São Paulo, será de 285 quilômetros por hora. Assim, o trecho entre Rio e São Paulo deve ser feito em 1 hora e 25 minutos e o percurso entre a capital paulista e Campinas, em 25 minutos.A expectativa do governo, disse o ministro, é de que a maioria dos investimentos, cerca de R$ 11 bilhões, venha da iniciativa privada. Nascimento ressaltou que estas são apenas estimativas, pois os estudos de viabilidade devem trazer mais detalhes sobre o projeto. "Só poderemos falar com mais profundidade após a conclusão dos estudos de viabilidade econômica, no fim de abril", destacou.O leilão de licitação da obra será internacional e deverá abrigar diferentes tecnologias. Nascimento destacou que alguns estudos vêm "balizando" o trabalho do governo, como os elaborados na Coréia do Sul, Alemanha e Itália. "O que a gente pretende é ter uma licitação para que todas as tecnologias possam participar. O que o governo Lula pretende é dotar o País de uma nova estrutura de transporte", declarou Nascimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.