Três americanos dividem prêmio Nobel de Economia

Três acadêmicos norte-americanos dividiram o Prêmio Nobel de Economia deste ano. Leonid Hurwicz, da University of Minnesota, Eric S. Maskin, do Institute for Advanced Study de Princeton, e Roger B. Myerson, da University of Chicago, vão receber o prêmio, que honra o trabalho dos três pesquisadores sobre a teoria de design de mecanismos. Esta teoria permite distinguir as situações em que os mercados funcionam bem, daquelas em que isso não acontece. "A teoria do desenho de mecanismos permite aos economistas identificarem mecanismos eficientes de troca, quadros regulatórios e procedimentos de voto", segundo informou a Academia Real Sueca de Ciências. As informações são da Dow Jones.

PATRICIA LARA, Agencia Estado

15 de outubro de 2007 | 09h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.