Gerdau
Gerdau

Tribunal condena Gerdau a pagar multa em processo antitruste

Processo foi movido por sindicatos de construção civil; valor da multa correspondia a R$ 418 milhões em 2013 e ainda será atualizado pela Justiça

Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 10h30

A Gerdau informou na manhã desta quarta-feira, 13, que recebeu um parecer desfavorável no processo em que é, junto a outros produtores de aços longos no Brasil, acusada de infringir a legislação antitruste.

+ Gerdau tem lucro de R$ 451 milhões no 1º trimestre

A decisão foi tomada em segunda instância, pela 5ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, referente a processos movidos por dois sindicatos de construção civil de São Paulo.

Na primeira instância, a empresa havia sido condenada a pagar multa equivalente a 7% do faturamento bruto do exercício anterior à instauração do Processo Administrativo, em 2000, excluídos impostos.

Em 1º de agosto de 2013, o valor correspondia a R$ 417.819.805,95. No parecer, o Tribunal determina que o montante deverá ser novamente atualizado pela contadoria judicial.

No fato relevante, a empresa ressalta que decisão ainda não foi formalizada pelo acórdão e que "continuará buscando todos os remédios jurídicos cabíveis para defesa de seus direitos".

O truste é um acordo ilegal entre empresas, com objetivo de controlar os preços e diminuir a concorrência.

Mais conteúdo sobre:
Gerdau truste aço

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.