Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tribunal da China aceita processo de US$ 78 mi contra ConocoPhillips

Ação judicial alega que os vazamentos em instalações de produção de petróleo em alto mar, operadas pela companhia, causaram danos a pescadores locais

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de dezembro de 2011 | 11h41

XANGAI - Um tribunal da China aceitou uma ação judicial que alega que os vazamentos em instalações de produção de petróleo em alto mar operadas pela ConocoPhillips causaram US$ 78 milhões em danos a pescadores locais, de acordo com a imprensa estatal local. A aceitação da ação indica que seguirá adiante um processo jurídico que pode resultar em custos adicionais para a petroleira norte-americana.

Os vazamentos em plataformas operadas pela Conoco na Baía Bohai, na China, deixaram a empresa com a imagem pública danificada e levaram ao fechamento de uma das maiores bases de produção de petróleo em alto mar do país. A ação judicial foi documentada pelo Tribunal Marítimo de Tianjin em nome de produtores de moluscos e pepinos do mar, segundo a agência de notícias estatal Xinhua. Um porta-voz da Conoco e o tribunal não puderam comentar um assunto imediatamente.

Em dois incidentes em junho, 3.343 barris de petróleo e lama usados em perfurações vazaram no fundo do mar da Baía Bohai perto de plataformas operadas pela Conoco.Traços de petróleo continuaram vazando nos meses seguintes, mas a maior parte do volume expelido foi coletado, segundo a companhia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ConocoPhilipsChinavazamentopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.