Tribunal do Rio de Janeiro homologa plano de recuperação da OGX

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) homologou nesta sexta-feira a aprovação do plano de recuperação judicial da Óleo e Gás Participações, ex-OGX.

REUTERS

13 de junho de 2014 | 21h18

A decisão foi tomada pelo juiz Gilberto Clovis Faria Mattos, da 4a Vara Empresarial do TJRJ. O plano de recuperação havia sido aprovado em uma assembleia de credores em 3 de junho e a homologação do plano pela Justiça já era esperada pelo mercado.

Pelo plano de recuperação judicial, credores deverão assumir o controle da companhia e o empresário Eike Batista terá sua participação reduzida para 5 por cento.

A companhia de petróleo é autora do maior pedido de recuperação judicial da história da América Latina. O pedido foi feito no Rio de Janeiro em 30 de outubro passado, depois que os primeiros poços de petróleo da empresa produziram menos do que o esperado e os investidores perderam confiança na capacidade da empresa honrar pagamentos e financiar novos empreendimentos.

A empresa deve cerca de 5 bilhões de dólares a grupos que incluem o fundo Pacific Investment Management, a companhia de serviços petrolíferos Schlumberger e sua empresa irmã, a OSX.

(Por Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSOGXRECUPERACAOLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.