Trigo cai com queda nas vendas dos EUA

A demanda internacional por trigo dos Estados Unidos caiu e levou junto os preços do cereal negociados na Bolsa de Chicago. O contrato dezembro fechou com queda de 3,13%, ontem, em US$ 6,9725 por bushel. Os participantes do mercado futuro ficaram decepcionados com as vendas realizadas pelo país na semana passada: apenas 458,9 mil toneladas. Esperava-se até 700 mil toneladas. Na semana anterior, o volume já não tinha sido bom: apenas 319,6 mil toneladas. Para analistas, esses resultados pífios demonstram que os importadores já não estão tão preocupados com a oferta do cereal na arena mundial, como aconteceu em agosto. No mês passado, a Rússia provocou uma verdadeira corrida pelo trigo ao suspender as exportações do país até o ano que vem por causa da quebra da safra local.

Análise: Ana Conceição, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2010 | 00h00

Um relatório do Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês), divulgado ontem, mostrou que, de fato, não há motivo para preocupação. Depois de uma série de reduções, a entidade manteve a estimativa para a produção global de trigo 2010/11 em 644 milhões de toneladas. Embora o volume seja 33 milhões de toneladas menor que o do ano passado, ainda é o terceiro maior da história. Ainda em Chicago, os preços do milho acompanharam os do trigo, já que ambos os cereais competem no mercado de ração. O contrato dezembro perdeu 1,14%, para fechar em US$ 4,9925 por bushel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.