carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Trigo sobe com clima e especulação

Os preços do trigo subiram ontem nos principais mercados do mundo, com a preocupação cada vez maior em relação ao clima. O excesso de umidade impede o plantio nos EUA e no Canadá, enquanto na Alemanha e na França a estiagem prolongada já causou danos irreparáveis em algumas lavouras. Diante disso, o risco de que a produção seja menor do que o esperado fez o preço do contrato de trigo para entrega em julho subir 2,26% ontem, para US$ 8,1450 por bushel em Chicago. Em Kansas City, a alta foi de 1,51%. Em Minneapolis, as cotações alcançaram o maior nível em quase três anos. Em Paris, os preços acumulam alta de 36% desde as mínimas registradas dois meses atrás.

Filipe Domingues, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2011 | 00h00

Além disso, os especuladores vêm comprando e ajudando a sustentar os preços, não só do trigo, mas também da soja e do milho. Esses investidores encontram a chance de obter bons retornos, já que, se o clima não mudar muito, os preços dos grãos podem avançar ainda mais. Ontem, a soja subiu 0,56% e o milho fechou em alta de 0,44%.

Já na Bolsa de Nova York, o algodão se destacou, com queda de 3,20%. O motivo é a desaceleração da demanda global por causa dos preços altos nos últimos meses. Semanalmente, o governo americano tem informado cancelamentos de encomendas para exportação - e o país é o maior fornecedor mundial. Isso já ocorreu por nove semanas consecutivas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.