Trilhos chineses chegam amanhã, após 3 anos de espera

As obras da chamada Extensão Sul da Ferrovia Norte-Sul, que ligará o sul de Goiás à cidade paulista de Estrela d'Oeste, estão a pleno vapor, com a construção de pontes e túneis. Mas, não há trilho. Essa situação inusitada foi provocada pela dificuldade da Valec em comprar o material. A novela burocrática durou três anos, exigiu três processos licitatórios diferentes e foi alvo até de uma investigação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2014 | 02h05

Mas, se o tempo ajudar, o material comprado da chinesa Pangang chega amanhã ao porto de Santos, segundo a Valec. O pagamento só será feito após a conclusão de um teste de qualidade.

Nas três concorrências realizadas pela Valec para comprar trilhos, a Pangang foi vencedora. O primeiro processo foi suspenso devido a uma série de irregularidades e má qualidade do material.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.