Troica deixa Grécia, mas volta antes da reunião do Eurogrupo

Encontro, previsto para início de outubro irá decidir se país deve ou não receber a próxima parcela de ajuda

Priscila Arone, da Agência Estado ,

20 de setembro de 2012 | 18h21

ATENAS - Os três principais representantes do grupo de inspetores que está na Grécia para verificar as medidas de austeridade adotadas vão deixar o país no final desta semana, informou nesta quinta-feira um graduado funcionário do Ministério de Finanças.

A partida dos representantes da chamada troica - grupo formado pela Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) - que já estava programada, ocorre no momento em que as negociações sobre o pacote de cortes orçamentários parecem estar cada vez mais atrasadas.

As autoridades da troica devem voltar a Atenas no início de outubro, antes da reunião de ministro de Finanças da zona do euro, que vai decidir se a Grécia deve ou não receber a próxima parcela de ajuda.

"A delegação pretende ir embora no final da semana e vai voltar antes da reunião do Eurogrupo, com um rascunho do relatório, de forma que possamos formular o documento final juntos", disse a fonte. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
greciaajudacriseeurotroica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.