REUTERS/Kevin Lamarque
REUTERS/Kevin Lamarque

Trump sugere isentar Austrália e 'outros países' de tarifas de aço e alumínio

Presidente dos Estados Unidos vai apresentar medida oficialmente nesta quinta-feira, 8

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

08 Março 2018 | 15h28

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira, 8, que a Austrália e "outros países" podem ser isentos da tarifação sobre as importações de aço e alumínio. A medida deve ser anunciada às 17h30 (de Brasília).

"Podemos ser mais flexíveis com tarifas a países que são parceiros militares, como a Austrália. Outros países também podem ser isentos", afirmou Trump, na abertura de uma reunião de gabinete. "Uma vez o Nafta sendo renegociado, algo que estamos em processo, as tarifas podem não ser necessárias para Canadá e México."

No final da tarde de quarta-feira, 7, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, admitiu que os parceiros do Nafta e "outros países" podem ser poupados da medida protecionista.

++ Brasil aguarda detalhes sobre taxação do aço pelos EUA para decidir reação

Diante dessa sinalização, o ministro interino da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, disse que o Brasil quer "esgotar todas as possibilidades de diálogo com os Estados Unidos".

Trump disse que os EUA serão "justos e bastante flexíveis", mas que a medida tem como objetivo manter os empregos dos trabalhadores americanos.

++ Montadoras pedem acordo UE-Mercosul como forma de 'conter' Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.