TST manda trabalhar 50% dos funcionários dos Correios

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), River Nogueira de Brito, concedeu liminar à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) determinando que pelo menos 50% dos seus funcionários trabalhem em cada uma das unidades operacionais da empresa. O pedido da ECT ao Tribunal tinha sido de um porcentual de 70%. Está mantida a audiência de conciliação marcada pelo TST para esta segunda-feira. A greve dos funcionários por aumento salarial completou hoje seu quarto dia, com um índice de paralisação em torno de 40%, segundo a ECT, e de 70%, de acordo com o movimento grevista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.