TST marca para 3ª feira audiência entre Correios e grevistas

Sindicatos corroboraram a posição da federação nacional da categoria de manter a paralisação

Karla Mendes, da Agência Estado,

30 de setembro de 2011 | 18h46

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) fará, no próximo dia 4, reunião de conciliação entre os Correios e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), que representam os trabalhadores em greve. O objetivo é buscar um acordo entre as partes, antes que o dissídio coletivo da categoria seja julgado.

Hoje, as assembleias dos 35 sindicatos corroboraram a posição do comando de greve da Fentect em manter a paralisação da categoria, que já dura 16 dias, conforme nota divulgada pela Federação. Os trabalhadores não aceitaram a contraproposta da empresa de reajuste real de R$ 80 a partir de janeiro e o pagamento imediato de um abono de R$ 500.

"O comando considerou que a proposta ainda não contemplava as reivindicações da categoria", avalia o secretário-geral da Fentect, José Rivaldo da Silva. Os grevistas pedem 7,16% de reajuste, aumento linear de R$ 200 e piso salarial de R$ 1.635. Outro ponto que está gerando o impasse é o desconto dos dias parados do salários dos grevistas.

Tudo o que sabemos sobre:
greveCorreiosaudiênciaTST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.