Turismo brasileiro pode receber recursos da Espanha

O embaixador da Espanha no Brasil, José Coderch, previu hoje investimentos significativos da Espanha no setor de turismo no Brasil, nos próximos meses. Segundo ele, já estão em curso investimentos de US$ 300 milhões nesse setor, principalmente no Nordeste. Entre as empresas que estão investindo no Brasil estão a Iberostar, que está construindo um grande resort na Bahia, e a Sehrs, que está fazendo investimentos em Natal (RN).O embaixador citou também investimentos de companhias aéreas, entre elas a Air Europa, Air Madrid e Air Plus. "Os vôos estão lotados nos próximos seis meses", disse Coderch, que recebeu hoje o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, para um café da manhã com representantes de 20 empresas espanholas, que têm investimentos no Brasil (veja mais informações no link abaixo).O embaixador disse que os espanhóis têm muito interesse na área de turismo e ressaltou que tem aumentado de forma significativa o número de turistas espanhóis para o Brasil. Segundo ele, a Espanha é o segundo maior investidor no Brasil, perdendo apenas para os norte-americanos. Desde 1997, segundo dados do embaixador, a Espanha já investiu US$ 27 bilhões no Brasil.Coderch disse ainda que os espanhóis estão otimistas com a economia brasileira e que a embaixada tem organizado esses encontros com autoridades do País para "falar de tudo". Ele destacou como importante o fato de os investidores espanhóis não terem deixado o Brasil no momento em que o País passou por dificuldades na economia.Para o embaixador, as preocupações dos investidores com o marco regulatório (regras) são normais. "São lógicas, mas não são grandes". Entre as empresas que participaram do café da manhã com o ministro Palocci estavam a Santander-Banespa, Abengoa, Vivo, Telefônica, Iberdrola, BBVA e Endesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.