Turismo contribui para melhora da previdência urbana

As contratações temporárias no setor de turismo no período de férias contribuíram para a melhora da arrecadação da previdência do setor urbano em julho. Segundo os dados detalhados do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), divulgados nesta sexta-feira, 30, pelo Ministério da Previdência Social, o setor urbano registrou, no mês passado, a segunda melhor arrecadação da série histórica e a segunda melhor deste ano - sem considerar os meses de dezembro que têm um incremento na arrecadação por causa do 13º salário. A arrecadação da previdência urbana somou R$ 24,2 bilhões em julho, alta de 4% ante julho de 2012 e de 2,7% na comparação com junho deste ano.

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

30 de agosto de 2013 | 19h33

Por outro lado, a despesa com pagamento de benefícios urbanos foi de R$ 21,5 bilhões, aumento de 4,9% em relação a julho do ano passado. A diferença entre a arrecadação e a despesa gerou um superávit de R$ 2,6 bilhões. No acumulado do ano (janeiro a julho), o setor urbano registra superávit de R$ 10,5 bilhões, resultado de arrecadação de R$ 162,1 bilhões e despesa de R$ 151,6 bilhões.

Enquanto isso, a previdência do setor rural registrou uma arrecadação, em julho, de R$ 507,5 milhões, aumento de 6,6% em relação a julho de 2012 e queda de 2,6% ante junho deste ano. A despesa com pagamento de benefícios rurais foi de R$ 6,2 bilhões, alta de 5% em relação a julho de 2012 e de 1,7% na comparação a junho deste ano. Com esse desempenho, o setor rural gerou um déficit de R$ 5,7 bilhões nas contas da previdência, 4,8% a mais que no mesmo mês do ano passado.

Considerando-se os dois segmentos - a previdência urbana e rural -, o resultado de julho do RGPS ficou negativo em R$ 3,1 bilhões, conforme já havia sido divulgado ontem no resultado do governo central (Tesouro, BC e Previdência). Esse déficit foi 12,4% maior que o registrado em julho de 2012. A arrecadação total ficou em R$ 24,7 bilhões e a despesa, R$ 27,8 bilhões. No acumulado dos últimos 12 meses (agosto de 2012 a julho de 2013), o resultado da Previdência Social é um déficit de R$ 49,1 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Previdência urbanareceitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.