carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Turismo mundial cresceu 5,5% em 2005

O turismo mundial cresceu 5,5% em 2005 em relação ao ano anterior, para 808 milhões de turistas, segundo dados divulgados hoje pela Organização Mundial de Turismo (OMT), com sede em Madri. De acordo com a OMT, 2005 foi "um ano tumultuado" pelas catástrofes naturais que afetaram o setor, como as seqüelas do tsunami no Índico e a longa temporada de furacões no Caribe. A recuperação do turismo, que já tinha começado em 2004, manteve-se "com firmeza" durante o ano passado.O secretário-geral da OMT, Francesco Frangialli, que apresentou os dados do turismo correspondentes a 2005, indicou, em entrevista coletiva, que "embora há quatro anos o turismo internacional esteja vivendo um período conturbado, com a criação de um clima de insegurança e incerteza", o setor "não foi afetado".Para Frangialli, a melhor demonstração da saúde do turismo mundial é o aumento de 100 milhões de turistas nos últimos três anos. "Aprendemos, infelizmente, que o terrorismo pode matar turistas, mas também comprovamos que não pode afetar o turismo", acrescentou.África lidera crescimentoPor regiões, a América teve um aumento de 6%, com 133,1 milhões de turistas, e o maior crescimento foi registrado em destinos da América Central (14%) e da América do Sul (13%), com destaque para a Venezuela (23%) e Colômbia (22%).A América do Norte ficou abaixo da média do continente, com 4%, e o Caribe, devido aos furacões que castigaram a região, com 5%. A África lidera o crescimento com 10%, com 36,7 milhões de turistas. Na Ásia e no Pacífico, o crescimento foi de 7%, ao receber 156,1 milhões de turistas, com um aumento importante na China e Camboja.Quanto à Europa, que cresceu globalmente 4,3%, com 443,9 milhões de turistas, destaca-se a Turquia que aumentou seus visitantes em 20%, Croácia (7%) e Israel (26%). Frangialli destacou que as previsões de crescimento para 2006 são de entre 4% e 5%. E lançou uma mensagem "clara" para o que hesitem em viajar: "Viajem sem medo", porque "não há motivo para ceder ao pânico".

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2006 | 13h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.