Turista americano frita espécie marinha rara em praia grega

Polvo de seis tentáculos só teve dois exemplares descobertos até hoje, e o segundo acabou na panela

26 de julho de 2013 | 18h50

SÃO PAULO - Uma família americana em férias na Grécia capturou um raro exemplar de um polvo de seis tentáculos. Sem saber o valor da descoberta, pai e filho mataram o animal e o prepararam com uma fatia de limão para o almoço.

Só mais tarde a família descobriu que até hoje apenas um polvo de seis tentáculos havia sido descoberto, e virou objeto de estudos científicos.

Labros Hydras, engenheiro mecânico de 49 anos, puxou o hexapus do mar com um snorkel na Grécia antes de esmagá-lo contra uma rocha. Em seguida, pediu a um chef local em uma taverna próxima para cozinhá-lo.

O chef recusou o trabalho dizendo que se tratava de uma espécie rara, mas o turista decidiu fritar a sua caça de qualquer maneira. Nascido na Grécia e hoje vivendo em Washington, Labros Hydras resolveu preparar o prato ele mesmo. O polvo foi frito e servido com tomate e limão.

 

Após a refeição, o turista decidiu verificar o que o chef tinha dito - e sentiu-se mal quando ele percebeu o que tinha feito. O chef disse a Labros que ele deveria ter deixado o polvo vivo, porque era muito raro.

Hexapus. Ninguém nunca tinha ouvido falar de um hexapus seis pernas até cinco anos atrás, quando um exemplar foi encontrado perto de North Wales, na Grã-Bretanha.

Essa descoberta foi registrada no Centro de Vida Marinha Blackpool, na Inglaterra.

Labros está agora tentando descobrir mais sobre o animal marinho. Ele também está ajudando os peritos gregos indicando o local exato da captura.

"Eu queria saber mais, mas não havia internet onde estávamos. Eu então chamei meu amigo, que é um biólogo, e ele me disse que era verdade e eu fiquei horrorizado", disse o turista ao jornal Daily Mail.

"Agora eu quero buscar informações científicas para ajudar no estudo científico dos hexapus selvagens.É o mínimo que posso fazer, dada a minha ignorância e culpa que eu sinto por matar um animal tão raro."

Labros cedeu as fotos que fez do animal marinho para os especialistas do Centro de Investigação Marinha da Grécia. Biólogos dizem que a hexapus de seis pernas é o resultado de uma anormalidade natal, e pode não ser uma nova espécie.

O primeiro exemplar de um polvo de seis pernas foi encontrado na costa do Norte do País de Gales em 2008. Ele recebeu o nome de Henry, em homenagem ao rei Henry VIII, que teve seis esposas.

O polvo Henry foi exposto no Centro de Vida Marinha Blackpool, e depois transferido para o Anglesey Sea Zoo, no País de Gales, que, por sua vez, doou-o para o Centro de Blackpool.

Tudo o que sabemos sobre:
Biodiversidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.