TV paga alcançou 14,802 milhões de domícilios em julho

O Brasil terminou julho com 14,802 milhões de domicílios atendidos pelos serviços de TV por assinatura. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No mês passado, foram registradas 267,2 mil adições líquidas, ou seja, crescimento de 1,84% em relação a junho de 2012 e de 31,05% em comparação com julho de 2011, quando a base era de 11,295 milhões de domicílios atendidos. Ou seja, entre julho de 2011 e julho de 2012 foram registrados 3,506 milhões de novas assinaturas.

AYR ALISKI, Agencia Estado

20 de agosto de 2012 | 19h49

De acordo com os cálculos da Anatel, considerando a média de 3,3 pessoas por domicílio conforme critério do IBGE, a TV paga alcança atualmente quase 49 milhões de brasileiros. As Regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste apresentaram no mês passado índices de crescimento acima da média nacional, ao contrário das Regiões Sul e Sudeste, que tiveram crescimento abaixo. Em números absolutos, entretanto, do total de 3,5 milhões de novas assinaturas registradas entre julho de 2011 e julho de 2012, mais de 2,5 milhões ocorreram nas Regiões Sul e Sudeste, informa a Anatel.

Em julho de 2012, os serviços de TV por assinatura estavam presentes em 25% dos domicílios no País, de acordo com cálculos da agência. Apesar do recente crescimento observado nas Regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, a Região Sudeste ainda lidera esse indicador, com a presença desses serviços em 35,5% dos domicílios.

São Paulo é o Estado com o maior número de assinaturas, com 5,841 milhões de domicílios atendidos pela TV paga. Ou seja, a televisão por assinatura estava presente em 44,6% dos domicílios paulistas ao final do mês passado. A mais elevada densidade dos serviços de TV paga foi registrada no Distrito Federal, com 45,9% dos municípios atendidos pelo serviço. A mais baixa densidade foi registrada no Piauí, com 6,9% dos domicílios atendidos.

A Anatel informa que no mês passado os serviços prestados via satélite (DTH) atingiram 58,6% da base e a dos serviços a cabo alcançou 40,2% dos assinantes. Em julho de 2011, os serviços DTH representavam 51% do mercado nacional e os serviços prestados via cabo tinham 46,6% do mercado.

Na divisão do mercado, a liderança ao final de julho foi da NET/Embratel, com 7,932 milhões de assinaturas. Em segundo lugar ficou a SKY/Directv, com 4,584 milhões de domicílios atendidos. A terceira posição foi ocupada pela Telefônica/Abril, com 647 mil assinaturas.

Tudo o que sabemos sobre:
TV pagadomicíliosAnatel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.