UBS diz em nota que não está sendo investigado

O banco de investimentos UBS garantiu hoje, por meio de uma nota, que não está sendo investigado. "O UBS confirma que um de seus funcionários, baseado na Suíça, foi preso em uma operação conduzida pela Polícia Federal do Brasil. O UBS não tem conhecimento de ser objeto de qualquer investigação no Brasil. Entretanto, o UBS está em contato com as autoridades brasileiras, uma vez que o fato envolve um funcionário da instituição", afirmou o banco no seu comunicado.A instituição financeira ainda garante que tem "claras diretrizes vigentes para assegurar cumprimento das leis e regulamentações". "Os negócios do UBS-Pactual e seus profissionais não estão envolvidos nesta questão", diz o comunicado.A operação Kaspar II, da Polícia Federal, investiga suposto esquema de remessas ilegais de recursos e sonegação fiscal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.