Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ucrânia abre cota de 150 t de açúcar ao Brasil

A Ucrânia abriu uma cota de 150 mil toneladas para importação de açúcar do Brasil, anunciaram ontem o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Welber Barral, e a vice-ministra da Economia da Ucrânia, Natalia Boitsun. Segundo Barral, o Brasil não exporta açúcar para a Ucrânia porque o imposto de importação no país é muito alto. Com a adesão da Ucrânia à Organização Mundial do Comércio (OMC), o país foi obrigado a abrir uma cota de 250 mil toneladas, das quais 150 mil ficaram com o Brasil.Hoje, o comércio bilateral se resume basicamente à exportação de carne, pelo Brasil, e de fertilizantes, pela Ucrânia. Barral disse que há interesse dos dois países em diversificar a pauta. Uma missão empresarial vai à Ucrânia em novembro. Barral disse que o Brasil pode importar trigo ucraniano. Além disso, o governo quer estimular a participação de empresas brasileiras no processo de privatização de empresas ucranianas fabricantes de fertilizantes. As exportações brasileiras para a Ucrânia somaram US$ 465 milhões em 2008, ou 0,6% das compras do país. As importações foram de US$ 710 milhões, 1,1% do que a Ucrânia exporta.

Renata Veríssimo, O Estadao de S.Paulo

20 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.