Ucrânia pode ficar sem gás ainda hoje

ENERGIA

, O Estadao de S.Paulo

31 Dezembro 2008 | 00h00

O monopólio de gás russo OAO Gazprom estima em 70% as chances de suspender as entregas de gás natural para a vizinha Ucrânia hoje, numa ação que pode abalar o fornecimento de energia para a Europa. A Gazprom, controlada pelo Estado russo, pede que a Ucrânia pague pelo gás fornecido neste inverno e assine novos contratos para fornecimento e transporte para a Europa, que depende pesadamente da energia da Rússia. Os dois lados vêm negociando há semanas, mas, apesar de sinais de avanços, não conseguiram chegar a um acordo amplo. O porta-voz da Gazprom, Sergei Kupryanov, acusou a Ucrânia de chantagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.