Ucrânia suaviza posição sobre bloqueio a exportações de trigo

O Ministério da Agricultura da Ucrânia suavizou nesta quarta-feira sua posição sobre o bloqueio às exportações de trigo nesta temporada, dizendo que irá considerar "todas as medidas necessárias" se os estoques do país caírem a níveis críticos.

Reuters

31 Outubro 2012 | 14h20

Na semana passada o ministro Mykola Prysyazhnyuk disse que a antiga república soviética suspenderia as exportações de trigo a partir de 15 de novembro devido ao elevado ritmo de vendas ao exterior e a uma redução na colheita após clima adverso, mas o vice-ministro disse nesta quarta-feira que esse movimento não está na agenda.

"Nós iremos utilizar todas as medidas necessárias em caso de uma escassez crítica de grãos para alimentação", disse Ivan Bisyuk, segundo a agência de notícias Interfax Ucrânia.

"No presente momento, nós não vemos um estado crítico em relação aos grãos para alimentação", disse ele.

O ministério não estava disponível para comentários, mas traders disseram que as restrições eram prováveis já que o país não tem grãos suficientes em estoque para manter as exportações no atual ritmo acelerado.

"Não é dúvida de que algum tipo de limitação será imposto. A questão é quais limites serão e, infelizmente, podem ser limites informais", disse um grande trader estrangeiro.

"Ao que tudo indica, a decisão final não foi tomada ainda e o governo está considerando seus próximos passos", disse outro trader.

(Reportagem de Pavel Polityuk)

Mais conteúdo sobre:
COMMODSUCRANIATRIGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.