UE adia para segunda anúncio de salvaguardas

A União Européia decidiu hoje adiar para a próxima segunda-feira à tarde o anuncio das medidas de salvaguarda para proteger o seu setor siderúrgico, em resposta às medidas protecionistas adotadas pelos Estados Unidos.O porta-voz do Comissário Europeu de Comércio, Pascoal Lamy, Anthony Gooch, antecipou que as tarifas não ultrapassarão 30% e que o volume de produtos siderúrgicos afetados será menor que 50% das importações européias.O adiamento, terceiro ocorrido desde que a UE anunciou a intenção de adotar as medidas, foi motivado pela falta de consenso dos estados-membros da UE acerca dos detalhes das salvaguardas.Conforme a Agência Estado noticiou pela manhã, os produtos siderúrgicos semi-acabados podem estar fora das salvaguardas, segundo expectativas de fontes diplomáticas brasileiras. Isto porque fontes européias conversaram antecipadamente com representantes da missão brasileira junto às comunidades européias, garantindo que os europeus tomariam "todas as precauções possíveis para não prejudicar os países em desenvolvimento".

Agencia Estado,

22 de março de 2002 | 15h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.