coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

UE adia retaliação contra os EUA pelo aço

A Comissão da União Européia vai adiar por duas semanas a execução de sua ameaça de impor US$ 300 milhões em sobretaxas retaliatórias contra as importações dos Estados Unidos, disse um representante do organismo. A UE inicialmente ameaçou impor sobretaxas a partir de 18 de junho, em resposta à decisão de Washington de sobretaxar o aço importado. Em vez disso, nenhuma decisão será tomada antes de 3 de julho, disse o representante. As sobretaxas devem atingir uma grande variedade de produtos importantes do ponto de vista político, do suco de laranja da Flórida aos produtos têxteis da Carolina do Norte. O subsecretário de Comércio dos EUA, Grant Aldonas, disse na quinta-feira aos representantes de negociações de comércio da UE que Washington planejava permitir a entrada de mais aço europeu no país sem pagar sobretaxas. Um número de fabricantes de aço que atendem a "nichos de mercado" poderia ficar isento das sobretaxas dos EUA, disse ele. Isso aconteceria porque nenhum fabricante de aço norte-americano produz para esses mercados. A data limite para os EUA decidirem quantos fabricantes de aço vão se beneficiar disso é 3 de julho. Se um acordo ainda não for atingido, a Comissão vai manter a ameaça de impor sobretaxas.

Agencia Estado,

31 de maio de 2002 | 11h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.