UE alcança acordo com Rússia para supervisão do gás

A República Checa - que assumiu este mês a presidência rotativa da União Europeia (UE) - alcançou um acordo com o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, para o envio de monitores da UE para a Ucrânia em um movimento para restaurar o fluxo de gás natural para a Europa, segundo comunicado da UE. "O primeiro-ministro checo e o primeiro-ministro russo concordaram com as condições para envio da comissão de monitoração de todas as locações que são relevantes para o fluxo de gás", diz o comunicado, acrescentando que isto deve conduzir à restauração do fornecimento de gás russo para os países membros da UE. Uma fonte próxima às negociações disse à agência de notícias Dow Jones que os monitores estarão na Ucrânia na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.