UE: Alemanha não avançou na implementação de reformas

A Alemanha não tem atendido às recomendações da Comissão Europeia para corrigir seus desequilíbrios estruturais, disse em relatório nesta sexta-feira (14) o braço executivo da União Europeia (UE). Embora tenha dado luz verde ao orçamento de 2014 da maior potência europeia, a Comissão Europeia pede agora que o novo governo alemão reveja o planejamento para o próximo ano.

Agencia Estado

15 de novembro de 2013 | 10h29

A Comissão Europeia fez a observação como parte de seu recente exercício de vigilância orçamentária aos países membros do bloco. O objetivo é avaliar se os planos apresentados pelos estados cumprem as metas fiscais e as medidas de austeridade previamente definidas. As conclusões serão discutidas em uma reunião com os ministros de Finanças no próximo dia 22, em Bruxelas.

No documento, a Comissão Europeia também faz críticas e ponderações aos orçamentos de outras importantes economias da UE, como França, Itália e Espanha. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
COMISSÃO EUROPEIAALEMANHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.