finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

UE aprova corte de gastos pela 1ª vez na história

O Parlamento Europeu aprovou o primeiro corte de gastos na história do bloco de 28 nações. Após dois anos de debates, o legislativo da União Europeia (UE) aprovou o corte que fará com que o Orçamento para entre 2014 e 2020 caia para 960 bilhões de euros (US$ 1,3 trilhão).

AE, Agencia Estado

19 de novembro de 2013 | 12h56

O corte vinha sendo buscado por diversos países da UE, que queriam ver a austeridade em nível europeu em um momento no qual muitos implementam cortes em casa. O presidente da UE, Herman Van Rompuy, chamou o comprometimento de "Orçamento realista para a Europa", que tem combatido há anos uma grave crise financeira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UEorçamentocortesParlamento Europeu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.