Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

UE busca mode de envolver setor privado em solução para Grécia, diz Junker

Presidente do Eurogrupo se referiu ao comentário do presidente da França, Nicolas Sarkozy, que disse que a carga da crise grega pode ser dividida com o setor privado, sem reestruturação da dívida

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 14h27

Uma reestruturação "total" da dívida da Grécia não é uma opção, embora as autoridades europeias busquem uma maneira de envolver o setor privado na solução da crise de dívida do país, disse o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker.

"Uma reestruturação total da dívida da Grécia não é uma opção e ninguém planeja isso", disse Juncker após encontro com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, em Paris. "Tentaremos resolver o problema da Grécia entre agora e o fim de junho", disse Juncker.

Ele afirmou ser muito cedo para uma resposta definitiva ao problema, antes da avaliação técnica das equipes da Comissão Europeia, FMI e Banco Central Europeu, que deve ser divulgada "no início da semana que vem". Segundo ele, " a questão do envolvimento do setor privado é um problema que olharemos com toda a atenção exigida", mas não ofereceu detalhes.

Sarkozy disse sexta-feira que a carga da crise grega pode ser dividida com o setor privado, sem reestruturação da dívida ou sem colocar em risco a credibilidade do bloco de moeda única. Mas o presidente francês não explicou qual seria tal solução. "Há uma fórmula e não há problema" em envolver o setor privado, disse Sarkozy no encontro do G-8 em Deauville. "E é nessa direção que todos deveriam convergir", acrescentou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaJunkerSarkozyeurodívidaEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.